Como se preparar para a aposentadoria

Muita gente alcança a terceira idade sem reservas de dinheiro ou um fundo monetário para se sustentar após completar o período de contribuição do INSS, e tem a aposentadoria do INSS como única forma de renda. Isso é algo muito sério, afinal, os rendimentos da tabela do INSS 2020 são muito baixos, e o trabalhador precisa se planejar, pois conforme a idade avança, os gastos com saúde, por exemplo, aumentam bastante.

Se você quiser arriscar um pouco, pode até colocar uma parte em fundo de ações. Os bancos é que apresentam essas ações e formam um fundo que normalmente rende de acordo com o índice médio da Bolsa, o Ibovespa. Oriente-se com o seu gerente. Outra opção interessante é criar várias contas de poupança, sendo uma para cada sonho, ou contas específicas, uma para a troca futura do carro, outra para a reforma da casa, outra para uma viagem dos sonhos. Com isso, você não arrisca o seu dinheiro em um só investimento. O importante é criar a cultura de poupar, de ter sempre economias guardadas.

Quando você acumular um volume que considerar expressivo, outra possibilidade que sempre recomendo são os imóveis. Muita gente, principalmente do mercado financeiro, fala da baixa liquidez, dos gastos com manutenção etc.

Porém, imagine um segundo imóvel comercial e que seja alugado. Além da valorização natural do mercado imobiliário, seu patrimônio renderá aluguel mensal e as taxas serão pagas pelo inquilino, que terá de fazer uma manutenção muito boa, até porque imóveis comerciais precisam de boa aparência para manter os clientes. Portanto, você passa a ter um patrimônio maior e complemento mensal de renda. O mais importante é que você pense em tudo isso e não deixe para amanhã uma decisão que pode ser tomada hoje e que certamente vai lhe garantir um futuro bem melhor.

Não é necessário ser um gênio das finanças para iniciar um investimento. Qualquer pessoa pode se consultar com um especialista em correção de bens para planejar a sua previdência privada. É fundamental que os trabalhadores não fiquem reféns da tabela do INSS, pois os pagamentos da previdência Social são muito baixos, e tendem a ser de apenas 1 salário mínimo por mês, o que é muito pouco para a maioria das pessoas, já que o piso salarial está seriamente defasado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *